Morreu Joaquim Lázaro, personalidade ligada ao movimento associativo do Montijo

Joaquim Lázaro, personalidade ligada ao movimento associativo do Montijo, morreu hoje, 7 de julho.

A notícia foi avançada pela família. “É com profunda dor e tristeza que comunico o falecimento do meu avô, Alberto Joaquim Lázaro Coelho”, refere a neta, adiantando que “aos que manifestarem o desejo de lhe prestarem uma última homenagem, informo que o velório se realizará hoje, na capela do cemitério do Montijo, das 16h00 às 00h00, e que o funeral será amanhã, 8 de julho, pelas 11h00”.

A gerência do Restaurante Clube Atlético do Montijo apresenta as mais sinceras e sentidas condolências aos familiares e amigos de Joaquim Lázaro, sócio fundador do Clube Atlético do Montijo.

“A cidade do Montijo fica hoje mais empobrecida pela perda deste grande homem, que tanto fez pelo associativismo e sindicalismo da comunidade”, refere o comunicado. “Joaquim Lázaro era amplamente reconhecido pela sua bondade, disponibilidade, educação, espírito de voluntariado e constante preocupação em valorizar o próximo e as instituições que representou. É uma perda que nos deixa um enorme vazio, pois pessoas como Joaquim Lázaro são insubstituíveis”, conclui.

Alberto Joaquim Lázaro Coelho nasceu em 1941 no Bairro dos Pescadores. Em 2013 recebeu a Barca Aldegalega, distinção atribuída pela Junta de Freguesia do Montijo que ao longo da vida demonstrou “a sua dedicação à terra em diversas associações culturais, e desportivas, entre outras, a Sociedade Filarmónica 1.º de Dezembro, a Banda Democrática 2 de Janeiro e o Clube Desportivo Cultural e Recreativo “Os Unidos,” do qual foi presidente”.

“Hoje partiu um montijense que sempre esteve ligado ao movimento associativo, à cultura e ao desporto no Montijo: Alberto Joaquim Lázaro. A junta de freguesia presta sentidas condolências a toda a família e amigos”, refere a União de Freguesias de Montijo e Afonsoeiro.